STF STF

Notícias STF
Segunda-feira, 13 de Janeiro de 2020

Toffoli destaca eficiência da gestão administrativa do Poder Judiciário de Sergipe

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, está em Aracaju, nesta segunda-feira (13), para o primeiro encontro com dirigentes do Poder Judiciário das áreas estadual, trabalhista, eleitoral e federal de Sergipe, desde a sua posse à frente da Corte. O objetivo é dialogar com os tribunais e com as associações de magistrados, além de promover uma maior integração com o estado.
 
Ao ser homenageado com o Colar do Mérito Judiciário, no Palácio da Justiça, Toffoli destacou o importante trabalho realizado pelo Judiciário da região. “Parabenizo o Tribunal de Justiça de Sergipe por ter sido agraciado pelo Conselho Nacional de Justiça, pela terceira vez consecutiva, com o prêmio de melhor Tribunal de Justiça do país. Isso demonstra que há um trabalho de continuidade de gestão administrativa.”
 
Segundo o presidente do Supremo, não só o TJ, mas também todo o Judiciário de Sergipe recebeu o selo diamante do CNJ. “Isso demonstra a realização de um trabalho extremamente importante, em prol da população, nos seus vários ramos da Justiça: estadual, do trabalho, eleitoral e federal.”
 
Para o desembargador Osório Ramos Filho, o contato com o ministro Dias Toffoli foi essencial para mostrar o que o Tribunal de Justiça de Sergipe tem realizado, cumprindo exatamente todos os normativos legais e seguindo as orientações do CNJ. “Além disso, é essencial ter esse diálogo, essa troca de ideias. É um incentivo para apresentarmos a nossa boa prestação jurisdicional.”
 
Após encontro no TJ-SE, o ministro Dias Toffoli se reuniu com o governador do estado, Belivaldo Chagas Silva. O presidente visita, ainda, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SE), o Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região e a Seção Judiciária Federal do Estado de Sergipe.
 
Assessoria de Comunicação da Presidência 
Fotos: Comunicação TJ-SE e divulgação



<< Voltar




Supremo Tribunal Federal